sábado, 12 de agosto de 2017

Illegitimate

Nome do Filme : “Ilegitim”
Titulo Inglês : “Illegitimate”
Titulo Português : “Ilegítimo”
Ano : 2016
Duração : 90 minutos
Género : Drama
Realização : Adrian Sitaru
Produção : Anamaria Antoci
Elenco : Adrian Titieni, Alina Grigore, Robi Urs, Bogdan Albulescu, Cristina Olteanu, Miruna Dumitrescu, Liviu Vizitiu, Mihaela Perianu, Adrian Iacov, Andrei Iordache, Anastasia Passerotti, Liviu Florescu, Radu Andrei Micu.

História : Dois irmãos partilham uma relação peculiar numa família à beira do colapso.

Comentário : Isto é cinema romeno no seu melhor. Gostei deste filme e confesso até que os temas que trata são bem complicados e complexos, duvido que o cinema comercial americano soubesse abordar tão bem os assuntos abordados neste filme como o cinema europeu e do mundo o faz. Detentor de duas excelentes interpretações, este filme possui uma história muito bem contada, que se segue muito bem, e que não consegue chocar quando o deveria fazer. O filme tem duas sequências que albergam discussões que estão muito bem conseguidas, para além de estarem bem convincentes. Portador da primeira grande prestação da fita, encontramos um Adrian Titieni bastante competente no seu papel, ele é um duro homem de família com um passado obscuro. A segunda e última grande prestação deste longa fica justamente a cargo da jovem Alina Grigore (foto em baixo), aqui no papel da rapariga irresponsável mas consciente do erro que cometera. Como irmão dela, o actor Robi Urs tem aqui um personagem ainda mais irresponsável do que a irmã, tendo umas tiragens menos felizes. Sem esquecer Bogdan Albulescu, um actor que possui neste filme um personagem muito justo e interessante, sempre mal interpretado pelo pai. Daquilo que eu tenho lido nos últimos anos, a situação principal retratada no filme não está muito longe da realidade, existem por esse mundo fora, irmãos que têm relações amorosas e sexuais, actos incestuosos, muitos deles, nunca saem da porta de casa. Infelizmente, acontece. Não entendi o final do filme, visto que as coisas iam noutro sentido, depois temos um corte e passamos logo para uma reunião familiar onde se passa o contrário daquilo que era suposto ter acontecido. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário