terça-feira, 25 de julho de 2017

Uncertain Glory

Nome do Filme : “Incerta Glòria”
Titulo Inglês : “Uncertain Glory”
Titulo Português : “Glória Incerta”
Ano : 2017
Duração : 116 minutos
Género : Drama
Realização : Agusti Villaronga
Produção : Alba Forn/Elisa Plaza
Elenco : Nuria Prims, Marcel Borras, Oriol Pla, Bruna Cusí, Terele Pavez, Luisa Gavasa, Roger Casamajor, Juan Diego, Bruno Bergonzini, Fernando Esteso, Jorge Uson, Oscar Foronda, Francesca Pinon, David Bages, Quimet Pla, Hamid Krim.

História : Numa Espanha assolada pela guerra, Lluís é um jovem que nunca se quis casar com a namorada, de quem tem um filho menor. Certo dia, ele conhece uma viúva detentora de um passado obscuro. Apesar de gostar dessa mulher, ele será colocado por ela num dilema que custará o preço de uma vida.

Comentário : Gostei bastante de dois filmes anteriores deste realizador e, após ter visto este terceiro registo seu, só comprovei que o cinema espanhol está bom e recomenda-se. Estamos perante uma obra fria e devastadora que apesar de não chocar, nos surpreende pelo teor do argumento que é coeso e nos faculta uma história que nos consome aos poucos. Foi realmente muito agradável seguir os acontecimentos desta história ao longo de quase duas horas, para culminar no tal dilema do protagonista masculino, que se avizinha algo brutal. No papel do principal personagem masculino, o actor Marcel Borras convence não só com a sua expressividade, como também nos oferecendo a segunda melhor interpretação do longa. Como protagonista feminina, Nuria Prims aufere desta maneira a melhor prestação da fita, é a ela que devemos os melhores momentos desta longa metragem. Como melhor amigo do protagonista, Oriol Pla dá-nos um desempenho contido e com algum humor, mas essas qualidades acabam por o favorecer e são essenciais na composição do seu personagem. Como namorada de Lluis, Bruna Cusí consegue ter uma forte presença que se assinala mais a partir da segunda parte do filme. Os quatro estabelecem um quadro bastante forte e que é um dos principais alicerces da fita. A crueldade de uma das personagens centrais é justificada pelo seu passado sofredor. Podemos contar com duas cenas desnecessárias. Destaque também para a fotografia e para o guarda-roupa. É um filme que se segue muito bem, eu próprio estive sempre atento ao desenrolar desta história e sempre na expectativa daquilo que ia acontecer a seguir. O filme não tem muita violência nem cenas de sexo gratuitas. Tudo segue a um ritmo lento, mas sempre interessante. Foi um dos filmes que mais me deixou satisfeito ultimamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário