segunda-feira, 5 de junho de 2017

Life

Nome do Filme : “Life”
Titulo Inglês : “Life”
Titulo Português : “Vida Inteligente”
Ano : 2017
Duração : 103 minutos
Género : Ficção-Científica/Thriller
Realização : Daniel Espinosa
Produção : Bonnie Curtis/Dana Goldberg/Julie Lynn/David Ellison
Elenco : Jake Gyllenhaal, Rebecca Ferguson, Ryan Reynolds, Hiroyuki Sanada, Olga Dihovichnaya, Ariyon Bakare.

História : A tripulação da Estação Espacial Internacional recolhe uma sonda vinda do planeta Marte com uma amostra de extraordinária importância : a primeira prova da existência de vida extraterrestre. De modo a não colocarem em causa o eco-sistema terrestre, antes do regresso a casa os seis tripulantes têm de estudar a fundo tudo o que se refira àquela forma de vida. Ao mesmo tempo que se dão conta que ela possui inteligência e consciência, compreendem também que as suas intenções são tudo menos amigáveis. Com a sua própria vida ameaçada, e presos na nave que se dirige para a Terra, os astronautas têm que encontrar um meio de destruir a criatura antes que ela entre em contacto com a atmosfera terrestre, chegue ao planeta e aniquile todas as formas de vida da Terra.

Comentário : Confesso que estava para não ver este filme, devido ao facto do elenco não me chamar a atenção, porque a sinopse cheirava-me a algo repetitivo e também porque as classificações não são grande coisa. Mas tenho que confessar que não só gostei do filme, como também o acho bem melhor do que o recente capítulo da saga do alien iniciada por Ridley Scott. Este filme é um bom exemplar do género ficção-científica, funciona bem como tal, embora falhe na tentativa de ser uma obra de terror. Apesar de ter cenas com sangue e mortes, eu nunca o consideraria um filme de terror. No entanto, o filme é detentor de um forte clima de tensão e de alguma claustrofobia, apesar da história se passar no maior sitio do mundo, o espaço. O filme mistura habilmente diferentes elementos do género e apresenta-nos uma criatura misteriosa, perigosa e bastante irritante. Onde o filme falha é no facto de ter clichés próprios do género e de certas ações de algumas personagens serem previsíveis, além disso o argumento apresenta pequenas falhas. A nível do elenco, Jake Gyllenhaal e Rebecca Ferguson estão bem, embora nunca deslumbrem, possuem personagens cativantes e nós ficamos a desejar que eles se safem. Ryan Reynolds está igual a si mesmo enquanto que Hiroyuki Sanada é o mais interessante e é aquele que está melhor, eu gostei do seu personagem. Já Olga Dihovichnaya e Ariyon Bakare aguentam-se minimamente. Juntos, os seis encaixam bem como uma equipa e as químicas funcionam muito bem, eles fazem-nos temer pelos seus destinos e isso é muito bom. Por último, temos um twist revoltante que nos faculta um final que de certeza que irá gerar conversa. No fundo, é um filme mediano em que no final nunca ficaremos chateados por termos investido nele quase duas horas.

Um comentário:

  1. Adoro os filmes de suspense! Atualmente o meu preferido é Vida, Uma historia cheia de cenas que me encheram de gargalhadas e que me divertiram de tarde, porém considero que é um filme feito só para jovens, por que tem um humor muito característico da juventude atual. Eu sinto que o filme que faltava para ser nomeado é o da vida!!

    ResponderExcluir