segunda-feira, 5 de junho de 2017

Cartas a Uma Ditadura

Nome do Filme : “Cartas a Uma Ditadura”
Titulo Inglês : “Letters To A Dictatorship”
Titulo Português : “Cartas a Uma Ditadura”
Ano : 2008
Duração : 60 minutos
Género : Documentário/Histórico
Realização : Inês de Medeiros
Elenco : vários

História : Uma centena de cartas, todas escritas por mulheres portuguesas no ano de 1958, foram encontradas por acaso por um alfarrabista que não as leu por achar que eram cartas de amor. Este é o ponto de partida para uma investigação histórica sobre o universo das mulheres durante a ditadura.

Comentário : Fiquei bastante surpreendido com este filme porque eu pensava que durante o tempo em que Salazar esteve no poder as pessoas não gostavam dele devido à maneira como se vivia, mas em vez disso, a maior parte das mulheres tinha uma grande admiração e mesmo devoção pelo ditador. A realizadora entrevista algumas mulheres que viveram naquela época e arranca-lhes o testemunho pessoal daquilo que elas achavam daquele período. Temos direito a imagens de Salazar e do povo daquela época, assistimos a coisas daquele tempo e isso foi muito gratificante. Gostei de ouvir algumas coisas, outras nem tanto. Gostava de saber o que sente alguém mau que tem a consciência que pratica o mal sobre os outros e vê a admiração que essas vítimas mesmo assim nutrem por ele. Deve ser chocante. Assim como devia ser chocante aquilo que as vitimas de Mengele sentiam antes de serem parte integrante das suas experiências médicas na época no nazismo. Tudo isto a propósito do medo e do horror que certas pessoas infligem a outras e aquilo que estas sentem pelos seus carrascos. Fiquei também chocado com aquilo que uma idosa disse : “Primeiro vem Deus, depois vem a pátria e depois é que vem a família”, puxa, é revoltante, mas enfim. No entanto, existem umas poucas coisas em que elas tinham razão. Mas eu não quero opinar sobre a maneira como as pessoas eram naquela altura, simplesmente porque não a vivi. Este documentário é bom, está bem realizado e é útil para aqueles que pouco ou nada sabem da forma como se vivia naquela altura. As cartas do título eram escritas por mulheres que faziam parte de um movimento cujo objectivo era proteger e adorar Salazar, elas gostavam daquele homem. O documentário aborda também questões como a política, o casamento, a ditadura, o trabalho, a caridade, a fome, as crianças, embora basicamente seja sobre Salazar e como era ser-se mulher naquela época.

Nenhum comentário:

Postar um comentário