segunda-feira, 22 de maio de 2017

Lovesong

Nome do Filme : “Lovesong”
Titulo Inglês : “Lovesong”
Ano : 2016
Duração : 85 minutos
Género : Drama
Realização : So Yong Kim
Produção : Bradley Rust Gray
Elenco : Riley Keough, Jena Malone, Sky Ok Gray, Jessie Ok Gray, Cary Fukunaga, Rosanna Arquette, Ryan Eggold, Marshall Chapman, Brooklyn Decker, Juliet Fitzpatrick, Neal Huff, Amy Seimetz, William Tyler, Justin Tarrents.

História : Sarah é uma jovem mãe que, devido a problemas com o marido, vai morar sozinha com a filha de ambos, Jessie. Um dia, Sarah recebe a visita de Mindy, a sua melhor amiga e as três fazem uma viagem com a intenção de passarem uns bons dias juntas. No entanto, passa-se qualquer coisa com Mindy e ela decide regressar a sua casa, deixando Sarah muito intrigada.

Comentário : Este filme independente é realizado pela cineasta So Yong Kim, que dirigiu os filmes “In Between Days”, “Treeless Mountain” e “For Ellen”, os três muito bons. E este “Lovesong” não lhes fica atrás, eu gostei bastante desta fita. Trata-se da história de uma grande amizade entre duas raparigas que nutrem um bonito sentimento uma pela outra, embora raramente o revelem. É uma história bonita e com alguns altos e baixos face à relação de amizade das duas. Confesso que já conhecia as duas actrizes principais de outros filmes. Assim, Riley Keough tem aqui a melhor interpretação do filme, a sua personagem é uma boa amiga e uma excelente mãe, Sarah concilia estas duas vertentes de forma perfeita. É uma actriz que convence no seu papel e consegue fazer com que a sua personagem passe para fora do ecrã, o drama que vive. Por seu lado, Jena Malone está muito bem neste registo, aqui no papel da melhor amiga da protagonista principal, ela convence também e dá-nos uma personagem dividida em relação aos seus sentimentos, às tantas não sabemos para onde ela vai cair. A química entre as duas actrizes é perfeita e resultou. As manas Sky Ok Gray e Jessie Ok Gray estão perfeitas, ambas dividem a personagem da filha da protagonista principal em idades diferentes da menina, as duas interpretaram muito bem a pequena, embora eu prefira o desempenho da primeira, a mais velha. O restante elenco está igualmente de parabéns, todos fizeram um bom trabalho. O filme possui ainda um ligeiro clima de romance, mas sobre isso nada irei revelar. Embora seja um filme pequeno, existem algumas cenas da despedida de solteira que são muito longas, elas se arrastam além do desejável. A banda sonora é boa, mas fica mal em uma sequência. Adorei esta história que é simples, mas parece real. A película possui ainda uma componente de “road-movie” que só enriqueceu a narrativa e o filme em si. Recomendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário