segunda-feira, 1 de maio de 2017

Get Out

Nome do Filme : “Get Out”
Titulo Inglês : “Get Out”
Titulo Português : “Foge”
Ano : 2017
Duração : 104 minutos
Género : Mystery/Terror/Thriller
Realização : Jordan Peele
Produção : Jordan Peele
Elenco : Daniel Kaluuya, Allison Williams, Catherine Keener, Bradley Whitford, Caleb Landry Jones, Marcus Henderson, Betty Gabriel, Lakeith Stanfield, Stephen Root, Lirel Howery, Ashley LeConte Campbell, Julie Ann Doan, Geraldine Singer.

História : Chris Washington e Rose Armitage namoram à quatro meses e ela acha que chegou a altura dele conhecer os seus pais. Chegados à habitação, que fica numa zona rural, toda a gente parece muito simpática para com Chris, mas este começa a perceber que algo de errado se passa, situação que se vai agravando com o passar das horas.

Comentário : Neste espaço, não são comentados apenas filmes que gosto ou que gostei, também comento aqueles que eu não gostei, foi o que aconteceu com este. Há uma coisa que tenho que dizer sobre esta fita, é que foi um filme que me enervou bastante, penso que era esse o objectivo do realizador, irritar o espectador. Nesse aspecto, a coisa surtiu efeito em mim. E depois, tenho que dizer também que, à excepção do protagonista, todos os personagens deste longa são irritantes e enervantes e eu suspeitei logo de início que alguma coisa de muito errado se passava com aquela gente nojenta. Assim, podemos dizer que as interpretações dos dois actores que desempenharam os pais de Rose são muito boas, em especial Catherine Keener, que é alguém que eu gosto bastante de ver trabalhar, neste registo provocou-me imensos nervos. Gostei também da interpretação da actriz que fez de namorada do protagonista, penso que ela acerta no ponto do secretismo e do mistério, até à cena da chave do carro, eu nunca suspeitei dela. Detestei a prestação e a presença do actor e mesmo do personagem do irmão de Rose. Também não gostei do personagem do melhor amigo de Chris, embora eu compreenda que ele é alguém essencial para a história. O argumento inicialmente porta-se muito bem, embora a partir da metade do filme, as coisas sigam um rumo estúpido e descabido, se aquilo tivesse seguido noutra direcção, talvez eu gostasse mais. Por último, temos um Daniel Kaluuya excelente e à altura do desafio, o que ele faz com os olhos é magistral, para além de possuir a melhor prestação da fita. Lá para o final, existe um erro. Sinceramente, estava à espera de muito mais de um filme que tem classificações tão boas. A primeira parte do filme é muito boa, mas a segunda metade estragou tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário