quarta-feira, 12 de abril de 2017

You Ain't Seen Nothin Yet

Nome do Filme : “Vous N'Avez Encore Rien Vu”
Titulo Inglês : “You Ain't Seen Nothin Yet”
Titulo Português : “Vocês Ainda Não Viram Nada”
Ano : 2012
Duração : 115 minutos
Género : Drama
Realização : Alain Resnais
Elenco : Michel Piccoli, Mathieu Amalric, Sabine Azema, Anne Consigny, Pierre Arditi, Anny Duperey, Jean Noel Broute, Lambert Wilson, Denis Podalydes, Michel Robin, Hippolyte Girardot, Jean Chretien Sibertin Blanc.

História : Antoine D'Anthac é um famoso dramaturgo que, após a sua morte, deixa um inesperado convite aos amigos que, em algum momento da sua carreira, participaram nas suas várias encenações de uma peça de teatro. Em testamento deixa também uma declaração em que lhes pede que orientem os actores de uma jovem companhia que espera voltar a encenar a mesma peça e que precisa de aconselhamento. Assim, à medida que eles se envolvem com os jovens actores e as suas personagens, as memórias são reavivadas e os sentimentos regressam como se o tempo jamais tivesse passado.

Comentário : Fiquei bastante satisfeito com este filme que somente hoje tive oportunidade de ver. É um filme francês muito original. Todos os actores principais surgem aqui a fazer deles mesmos e que, por sua vez, estão a representar outros. Assim, os actores famosos são chamados e reunidos em casa de um encenador amigo deles e convidados a assistirem a uma peça que está a ser representada por uma outra companhia de actores, peça essa que já foi encenada por eles mesmos em outras ocasiões. E, enquanto assistem à peça, todos eles relembram e revivem a maior parte das cenas. Basicamente, é isto que podemos encontrar neste filme de Alain Resnais. Eu senti-me totalmente envolvido no filme, confesso que gostei mais de vê-los representar as cenas, do que da história em si. Todos tiveram interpretações de grande qualidade. Já conhecia quase todos de outros filmes. Temos planos muito eficazes e satisfatórios. Tudo se segue muito bem, eu nunca perdi o interesse naquilo que estava a ver durante as quase duas horas de projecção. A tal peça de teatro fala de uma história de amor, o foco do filme é quase sempre a companhia antiga de teatro e não o pequeno grupo que se inspirou neles e que estão a ser vistos pelos primeiros. Os diálogos são muito bons e a química entre os vários actores resulta. Por último, temos um twist final que nos é mostrado, mas logo depois é-nos desmentido e eu confesso que fiquei sem perceber a condição actual do famoso dramaturgo. Grande filme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário