domingo, 2 de abril de 2017

Under Sandet

Nome do Filme : “Under Sandet”
Titulo Inglês : “Land Of Mine”
Titulo Português : “Terra de Minas”
Ano : 2015
Duração : 101 minutos
Género : Drama/Histórico
Realização : Martin Zandvliet
Elenco : Roland Moller, Louis Hofmann, Joel Basman, Mikkel Boe Folsgaard, Mads Riisom, Oskar Bokelmann, Emil Belton, Oskar Belton, Leon Seidel, Maximilian Beck, August Carter, Tim Bulow, Alexander Rasch, Julius Kochinke, Aaron Koszuta, Levin Henning, Laura Bro, Zoe Zandvliet.

História : Na Dinamarca, após a Segunda Guerra Mundial, grupos de homens e de rapazes alemães eram recrutados para desarmar e remover milhões de minas ao longo de toda a costa dinamarquesa. Muitos morreram e outros ficaram gravemente feridos e deformados para toda a vida. O Sargento Carl Rasmussen lidera um grupo de jovens rapazes destacados para essa missão.

Comentário : Trata-se de um profundo drama humano e histórico ao qual não é possível não ficarmos chocados com a realidade nele retratada. É um filme duro que aborda a guerra e todos os males que ela representa. Que ninguém duvide que as guerras apenas servem para servir os interesses dos grandes, enquanto que milhares de inocentes são enviados para a morte, o que provoca milhares de famílias desfeitas. E claro que no meio desta nefasta actividade está incluído o abuso de poder que as altas patentes militares exercem quase sempre sobre os soldados. Veja-se o caso das mortes na nossa unidade de Comandos, por exemplo. Quanto a este filme, gostei do que vi e desconhecia algumas coisas desta realidade, já sabia que grupos de homens desactivavam as bombas, mas não sabia de todo que também estavam rapazes metidos nisto. Recheado de boas interpretações, o filme segue-se com grande agrado, principalmente a partir do momento em que o sargento começa a ganhar empatia e até simpatia pelos rapazes. O realizador escolheu uma maneira calma de nos contar esta história, não esperem aqui grandes combates e mortes gráficas, tudo aqui é contado e mostrado de forma realista e o mais fiel possível aos acontecimentos verdadeiros. Fantástico é vermos que a esperança destes rapazes de um dia regressarem a casa nunca morre e está sempre patente nos seus complicados quotidianos. Foi uma triste realidade que aconteceu onde muitos inocentes morreram, mas as guerras estão cheias de atrocidades e de injustiças. O final do filme é muito humano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário