quarta-feira, 12 de abril de 2017

Life Of Riley

Nome do Filme : “Aimer, Boire Et Chanter”
Titulo Inglês : “Life Of Riley”
Titulo Português : “Amar, Beber E Cantar”
Ano : 2014
Duração : 107 minutos
Género : Drama
Realização : Alain Resnais
Elenco : Sabine Azema, Sandrine Kiberlain, Caroline Silhol, Hippolyte Girardot, Andre Dussollier, Michel Vuillermoz, Alba Gaia Kraghede Bellugi.

História : No condado de Yorkshire, Inglaterra, três casais são abalados pela triste notícia de que George Riley, um amigo em comum, sofre de uma doença terminal e que lhe restam somente seis meses de vida. De forma a aliviar a dor de Riley e proporcionar-lhe alguma alegria nos últimos meses, os seis decidem convidá-lo para se juntar ao seu grupo de teatro amador. O que ninguém esperava era que aquela aproximação fizesse vir ao de cima muitas histórias do passado que iriam alterar a dinâmica entre cada casal.

Comentário : Estes dois filmes de Alain Resnais funcionam como uma espécie de homenagem ao mundo do teatro e às peças teatrais. No caso deste último filme do realizador, temos praticamente seis actores em cena que são sempre os mesmos em variados cenários, com a particularidade do George Riley do título nunca aparecer, embora tudo gire em torno dele. Mais uma vez, eu senti-me totalmente abrangido pela história, o argumento é muito bom, fazendo com que eu ficasse sempre colado ao ecrã. Todos os seis actores que compõem o elenco estão muito bem nos seus respectivos papéis. Lá pela marca da metade da segunda parte do filme, as coisas arrefecem um pouquinho, mas rapidamente o realizador consegue novamente levar a água ao seu moinho e voltamos a ter interesse pela situação. Os cenários onde a maioria das sequências são filmadas são bastante originais, por vezes, parece lembrar mesmo o próprio espaço do teatro. Aquele twist que envolve a filha de um dos três casais é a melhor coisa do filme, funcionou para mim como uma grande surpresa, twist esse que depois nos faculta a última cena da fita que é brutal. Gostei bastante destes dois últimos filmes de Alain Resnais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário