sábado, 25 de março de 2017

Mean Dreams

Nome do Filme : “Mean Dreams”
Titulo Inglês : “Mean Dreams”
Ano : 2016
Duração : 105 minutos
Género : Drama/Thriller
Realização : Nathan Morlando
Produção : Allison Black/William Woods
Elenco : Bill Paxton, Sophie Nelisse, Josh Wiggins, Colm Feore, Joe Cobden, Vickie Papavs.

História : Casey Caraway é uma adolescente que viu a mãe morrer num acidente provocado pelo pai, vivendo agora sozinha com o progenitor. Ao mudarem-se para uma nova localidade, a jovem cedo arranja amizade com um rapaz chamado Jonas e os dois começam a ganhar empatia um pelo o outro. No entanto, essa amizade não é bem vista aos olhos do pai da miúda e começam os problemas para o casal de adolescentes.

Comentário : Gostei bastante deste filme independente, uma obra que cativa pela história e pelas imagens que nos mostra, tem certas cenas que mostram a paisagem e a floresta que são de uma beleza tal que apetece fotografar e pendurar na parede. E para isso, muito contribui a boa qualidade da fotografia. A história do filme tem a mais valia de nos prender ao ecrã e nos manter sempre num clima de tensão e na expectativa daquilo que vai acontecer a seguir. Apesar de ser possuidor de um ou outro cliché, o argumento foi muito bem escrito e neste caso funcionou bem. Uma coisa curiosa, em três momentos nós nos perguntamos, mas como é que eles foram descobertos, mas logo de seguida isso é explicado e aceitamos a situação, ela nunca é um erro da narrativa. O filme possui ainda um ou outro twist que também funciona bastante bem. Tendo um ritmo um pouco parado, possui a característica de nunca nos aborrecer, eu fiquei sempre concentrado naquilo que estava a ver. Bill Paxton tem aqui o penúltimo papel da sua carreira antes de ter falecido, ele convence na perfeição no perfil de homem do mal. Josh Wiggins está razoável no papel do desencaminhador que desafia a rapariga para afrontar o pai. Mas quem possui a melhor prestação do filme é a jovem Sophie Nelisse, aqui na pele de uma adolescente marcada por um trágico passado e que é vítima de violência doméstica por parte do próprio pai, a actriz consegue transmitir na perfeição os dramas da sua personagem. Bom filme, recomendo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário