sexta-feira, 17 de março de 2017

Brimstone

Nome do Filme : “Brimstone”
Titulo Inglês : “Brimstone”
Titulo Alternativo : “Koolhoven's Brimstone”
Titulo Português : "Castigo"
Ano : 2016
Duração : 149 minutos
Género : Western/Thriller/Mystery
Realização : Martin Koolhoven
Produção : Els Vandevorst
Elenco : Guy Pearce, Dakota Fanning, Emilia Jones, Kit Harington, Carice Van Houten, Ivy George, William Houston, Carla Juri, Jack Hollington.

História : Uma jovem mãe faz tudo o que pode para proteger a filha pequena de um padre criminoso. Uma adolescente tenta escapar a esse mesmo homem.

Comentário : Temos aqui um filme estranho, pesado, difícil de assistir e que não é fácil de nós entrarmos na história ou nas histórias, já para não falar na violência que tem cenas muito gráficas. Digo mesmo que algumas cenas provocam um certo desconforto no espectador, por exemplo, uma delas está relacionada com uma das ovelhas que aparece morta, havia mesmo necessidade daquilo?. A narrativa está dividida em quatro capítulos muito intrigantes e envoltos num grande clima de tensão e mistério. Eu gostei dos quatro capítulos, mas confesso preferir o último. É também um filme escuro e frio, tendo cenas marcantes que mostram isso mesmo, repito, não é fácil comprarmos as histórias. Também não é um filme de fácil compreensão, há umas coisas que custam a entender e umas quantas que não têm explicação. Eu não gosto muito quando me explicam tudo, mas tem certas coisas que mereciam um simples esclarecimento através das imagens ou pela voz da narradora. E quando eu me refiro a essas coisas, estou claramente a falar de certas atitudes das personagens ou de algumas coisas que vão acontecendo. O filme deambula habilmente entre passado e presente, jogando bem com os tempos.

Onde o filme ganha mais peso é nas interpretações do seu elenco. Guy Pearce está soberbo, o seu horrível e maldoso personagem consegue nos transmitir raiva, repulsa, ódio e desejo de vingança, por exemplo, tem uma cena que envolve o seu olhar iluminado pelas chamas de uma fogueira que é de arrepiar. Dakota Fanning desempenha uma das personagens centrais, no caso, ela faz de muda que gosta de ajudar o próximo, tendo uma boa prestação e eu adorei vê-la neste registo. Inclusive, a personagem dela tem uma filha pequena e a relação entre as duas é perfeita. Mas confesso que a melhor prestação da fita cabe a Emilia Jones, esta linda jovem tem um capítulo inteiro por sua conta e a sua entrega ao papel é enorme, tendo uma forte presença no ecrã, ela é ainda a personificação da inocência. O elenco principal conta ainda com nomes como Kit Harington, Carice Van Houten, William Houston e Ivy George, todos muito bem nos seus papéis. Apesar de não ser um filme fácil, o resultado é positivo. Eu confesso que gostei do filme, embora reconheça que foi difícil testemunhar certa coisas. É bom, chegarmos ao fim dos quatro capítulos e vermos a história completa, a história de Joanna. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário