sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Paterson

Nome do Filme : “Paterson”
Titulo Inglês : “Paterson”
Titulo Português : “Paterson”
Ano : 2016
Duração : 118 minutos
Género : Drama/Romance
Realização : Jim Jarmusch
Elenco : Adam Driver, Golshifteh Farahani, Rizwan Manji, Barry Shabaka Henley, Trevor Parham, Troy Parham, Brian McCarthy, Frank Harts, Chasten Harmon, William Jackson Harper, Sterling Jerins, Kara Hayward, Masatoshi Nagase, Cliff Smith, Nellie.

História : Paterson é motorista de autocarro na cidade de Paterson, ele e a cidade partilham o mesmo nome. Todos os dias da semana, Paterson segue a mesma rotina : percorre a rota diária, observando a cidade à medida que a vê passar pelo espelho retrovisor, e ouve fragmentos das conversas em redor. Escreve poemas num caderno, passeia o cão e vai para casa ter com a sua mulher, Laura. Os dois vivem os seus quotidianos e amam-se mutuamente.

Comentário : Este filme é realizado por Jim Jarmusch, um bom director que faz filmes muito bons. Esta noite tive o prazer de ver este seu novo filme, que gostei bastante. É uma fita que fala do quotidiano de pessoas comuns, fala também do amor e da poesia, de rotinas diárias e da vida em si. Com um argumento bom, o cineasta mistura habilmente todas essas temáticas e o resultado é um filme que se vê muito bem. Houve alguém que apelidou este filme de repetitivo, até pode ser, mas nunca é cansativo, possui um bom ritmo e nós simpatizamos com o protagonista. O filme possui estranhas referências aos gémeos, é algo que ficou bem vincado. A banda sonora é por vezes hipnótica. Temos bonitos planos e a fotografia é apelativa. Nota-se que a história foi escrita com bastante cuidado, é um filme feito a perceito. A história é simples, seguimos o quotidiano do personagem principal nos sete dias da semana, tudo com muita naturalidade, eu adorei a maneira como tudo nos é mostrado. Não gosto muito do actor Adam Driver e neste filme, fiquei a simpatizar ligeiramente com ele, foi neste registo que eu mais gostei de o ver, tem a melhor interpretação da sua carreira. Golshifteh Farahani é uma boa fonte de apoio do protagonista, está aceitável e a sua personagem é igualmente credível. Além disso, a química entre ele e ela funciona. Adoro ver o actor Barry Shabaka Henley actuar, aqui ele está muito bem no papel de funcionário do bar nocturno. E a jovem actriz Sterling Jerins tem no filme uma participação especial, num papel de relevância para o protagonista. Por último, o cão fez bem o seu trabalho, mas é um animal muito irritante. No geral, fiquei bastante satisfeito com esta fita, é um filme simples e realista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário