quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Lion

Nome do Filme : “Lion”
Titulo Inglês : “Lion”
Titulo Português : “A Longa Estrada Para Casa”
Ano : 2016
Duração : 120 minutos
Género : Biográfico/Drama
Realização : Garth Davis
Elenco : Dev Patel, Rooney Mara, Nicole Kidman, David Wenham, Sunny Pawar, Abhishek Bharate, Rita Boy, Priyanka Bose, Tannishtha Chatterjee, Nawazuddin Siddiqui, Menik Gooneratne, Pallavi Sharda, Arka Das, Emile Cocquerel.

História : Em 1986, Saroo, de cinco anos, perdeu-se do irmão perto de uma estação de comboios. Quando se refugiou numa das carruagens para descansar, adormeceu e acabou por ser levado para Calcutá, por onde vagueou sozinho durante semanas, sem saber que estava muito longe de casa. Apesar das enormes dificuldades, conseguiu sobreviver até ser colocado num orfanato e mais tarde adoptado por um casal australiano. Décadas depois, ele tenta reunir os factos por ele conhecidos e com recurso às tecnologias e às suas capacidades, decide tudo fazer para tentar reencontrar a família biológica.

Comentário : Ainda bem que eu não depositei muitas expectativas neste filme, apesar do elenco ser apelativo e de ter uma história interessante, aliás, foram estes os principais dois motivos que me levaram a ver esta fita. O filme não é americano, apesar de ter três actores de peso dessa indústria no elenco. Trata-se de um filme australiano realizado por Garth Davis que na prática nunca dirigiu uma longa metragem. Embora “Lion” não seja um grande filme, o director se sai bem na sua primeira incursão. Indo já para o elenco : Dev Patel possui aqui uma boa interpretação, mas muito longe da qualidade da sua prestação em “Slumdog Millionaire”, aliás, o filme de Danny Boyle é muito melhor do que este “Lion”, não são comparáveis. Rooney Mara está razoável, ela já nos deu muito melhor em outras fitas. E Nicole Kidman e David Wenham convencem com os seus papéis e com as suas interpretações, embora ela esteja bem melhor, eu não queria chegar a tanto, mas penso realmente que ela abarca a melhor prestação deste filme. A química entre Patel e Mara é bastante notável e isso verifica-se em algumas das cenas em que contracenam juntos, com destaque para a sequência do desentendimento principal.

O pequeno Sunny Pawar é excelente e adorável e os seus olhos são muito ternurentos e expressivos. A banda sonora é boa. A história está bem contada e bem mostrada, eu fiquei empolgado com o desenrolar dos acontecimentos, embora tenham havido umas poucas situações que não encaixaram muito bem ou que não funcionaram como devia ser, para além de não terem a devida explicação. Eu penso que o realizador dirigiu melhor o elenco indiano do que os outros actores, e isso funciona como um elogio. O filme tem igualmente boas sequências (cena do olhar de Kidman no carro, a lua vista do comboio, a questão dos aromas e a relação destes com as memórias e a da fruta) e momentos admiráveis, por exemplo, eu adorei o final desta fita, muito emotivo, foi sensacional. E ainda temos aquela questão do nome do protagonista bem como o seu significado, que fecha o filme com chave de ouro. “Lion” é um filme bem filmado, muito bonito e que tem uma história interessante, mas não passa disso. Gostei, mas esperava mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário