domingo, 1 de janeiro de 2017

Hitchcock/Truffaut

Nome do Filme : “Hitchcock/Truffaut”
Titulo Inglês : “Hitchcock/Truffaut”
Titulo Português : “Hitchcock/Truffaut”
Ano : 2015
Duração : 80 minutos
Género : Documentário
Realização : Kent Jones
Elenco : Alfred Hitchcock, François Truffaut, Mathieu Amalric, Wes Anderson, Olivier Assayas, Peter Bogdanovich, Arnaud Desplechin, David Fincher, James Gray, Kiyoshi Kurosawa, Richard Linklater, Paul Schrader, Martin Scorsese.

História : Em 1962, Alfred Hitchcock e François Truffaut encontram-se durante uma semana numa sala de estúdios da Universal para uma série de entrevistas sobre cinema. Durante esse tempo, os dois realizadores discutiram a obra completa de Hitchcock e a sua forma inovadora de filmar. Truffaut, apesar de na altura ser ainda bastante jovem, era já internacionalmente conhecido por bons filmes. Com base nessas entrevistas, Truffaut escreveu um livro, que se tornou numa espécie de bíblia para jovens cinéfilos e cineastas. Quase meio século depois da edição deste livro, o documentarista Kent Jones utiliza as gravações originais do encontro e, para entender a forma como a obra influenciou o cinema desde então, junta alguns dos mais importantes cineastas e recolhe os seus testemunhos pessoais.

Comentário : Na minha opinião, este documentário funciona como uma espécie de homenagem ao cinema e à sétima arte em si. O filme aborda uma série muito peculiar de temas, mas foca-se principalmente no realizador Alfred Hitchcock e em alguns dos seus filmes. Temos opiniões de vários realizadores da actualidade sobre aquele que é considerado como um dos principais cineastas de todos os tempos. Narrado pelo realizador e actor Mathieu Amalric, o filme conta também como o cinema de Alfred Hitchcock influenciou o trabalho de François Truffaut, bem como o de outros cineastas. Somos guiados pelos vários filmes do realizador, quer seja através de imagens dos mesmos, quer seja apenas por mencioná-los. Quase todos os intervenientes elogiam Hitchcock e o seu modo revolucionário de filmar, o seu cinema alterou por completo a maneira de fazer cinema, em que muito ajudaram os seus inovadores planos de camara. É um documentário extraordinário, nomeadamente para quem gosta de cinema, as referências filmicas e cinéfilas estão lá e foi com um enorme prazer que eu as descobri. Um trabalho único de visionamento obrigatório para quem gosta mesmo de cinema. O filme também nos dá a conhecer mais sobre Alfred Hitchcock. A única coisa que lamento é terem focado pouco as entrevistas. Sem dúvidas, um dos melhores documentários que eu vi até hoje. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário