quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Follow

Nome do Filme : “Follow”
Titulo Inglês : “Follow”
Ano : 2015
Duração : 75 minutos
Género : Thriller/Mystery
Realização : Owen Egerton
Elenco : Noah Segan, Olivia Grace Applegate, Haley Lu Richardson, Merik Tadros, Don Most, Bob Schneider, Marc Chicoine, Dennis Nicomede, Southern Longoria.

História : Um pintor tem a pior semana natalícia de toda a sua vida.

Comentário : Esta noite vi este pequeno filme americano que eu julgava ser de terror, não podia estar mais enganado. Basicamente, o que temos aqui é um thriller manhoso, mas não no mau sentido. O problema principal deste filme é que é confuso e absurdo, não nos facultando as explicações necessárias para certos acontecimentos. No centro da trama temos Quinn, um estranho homem que é pintor e que guarda todos os seus trabalhos na cave da casa. Vive um amor igualmente estranho com uma mulher, também ela estranha, chamada Thana. Quinn é cercado por um vizinho idoso que adora o seu cão, tem que aturar um atrasado mental que gosta de cantar para ele em certas manhãs, desconfia que a mulher tem um amante e ainda tem que lidar com uma linda adolescente que lhe desperta os seus interesses sexuais mais íntimos, a miúda ganha uns trocos no café local e revela-lhe que tem interesse nele. Um dia, a esposa oferece-lhe uma pistola e convence-o a suicidar-se numa cena sexual muito quente na cama de ambos. Mas as coisas não correm bem assim. Como protagonista, Noah Segan tem uma prestação aceitável. Como sua mulher, Olivia Grace Applegate convence no início, mas depois o seu personagem cai em lume brando. Quem me surpreendeu foi a jovem Haley Lu Richardson (foto em baixo), ela possui a melhor interpretação do filme e convenceu, sendo a única que conseguiu passar para mim a real aflição da situação em que todos os envolvidos se encontravam. O twist que envolve Quinn e a cena da pistola funciona, embora o final estrague quase tudo até então. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário