sexta-feira, 7 de outubro de 2016

A Christmas Tale

Nome do Filme : “Un Conte De Noel”
Titulo Inglês : “A Christmas Tale”
Titulo Português : “Um Conto de Natal”
Ano : 2008
Duração : 146 minutos
Género : Drama
Realização : Arnaud Desplechin
Elenco : Catherine Deneuve, Jean Paul Roussillon, Anne Consigny, Mathieu Amalric, Melvil Poupaud, Hippolyte Girardot, Emmanuelle Devos, Chiara Mastroianni, Laurent Capelluto, Emile Berling, Thomas Obled, Clement Obled, Françoise Bertin, Samir Guesmi, Azize Kabouche, Mathieu Bakanina, Thierry Bosc, Marie France Jaskula, Jean Pierre Jouet, Philippe Morier Genoud, Beata Nilska, François Regnault, Helene Roussel, Helene Darras, David Frenkel, Romain Goupil, Miglen Mirtchev.

História : O casal Abel e Junon tem dois filhos, Joseph e Elizabeth. Vítima de um raro distúrbio genético, a única esperança de Joseph é um transplante de medula óssea, mas tanto Abel e Junon quanto a filha Elizabeth são incompatíveis, o que leva os pais a tentar um terceiro filho. Assim nasce Henri, que infelizmente também tem incompatibilidade e não pode salvar o irmão. A doença do rapaz marca a vida da família para sempre. Depois de algum tempo, a relação da família só piora. Em particular, entre os irmãos Elizabeth, agora uma mulher autoritária, e Henri, um homem cínico que divide o tempo entre mulheres e bebidas. Após uma discussão, Elizabeth proíbe o irmão de ver o sobrinho Paul, um adolescente que tem sérios problemas mentais. Mas o Natal aproxima-se e quer-se a reunião familiar.

Comentário : Gostei bastante deste filme francês, realizado por Arnaud Desplechin. O realizador propõe-nos no seu filme um autêntico desfile de personagens e respectivas personalidades, umas mais complexas que as outras, mas todas elas importantes para o todo. No caso deste filme, as coisas funcionaram muito bem. Embora não tenha gostado de alguns temas da banda sonora que julgo não ficarem bem nas cenas, gostei de praticamente tudo neste filme, até mesmo da montagem final. Algumas cenas são apresentadas e mostradas sob o ponto de vista de um binóculo, fica bem, embora eu não tenha percebido o motivo para tal. Todos os actores tiveram excelentes prestações, embora os destaques sejam para Catherine Deneuve e Mathieu Amalric. O argumento está muito bem construído e amarrado, originando e proporcionando excelentes sequências e diálogos de luxo. A ação da fita alonga-se praticamente toda à volta da semana natalícia onde os elementos da família convivem dentro da mesma casa com algumas saídas, acontece depois o dia de Natal e passa-se logo para a operação da matriarca da família. Existe uma dúvida que fica a pairar no ar e o filme termina com uma fala da filha da protagonista. Pessoalmente, não gostei do final da fita, embora tivesse gostado do filme no geral, devido principalmente à riqueza das personagens e à forma como o cineasta colocou-as a interagir umas com as outras, nos facultando cenas e sequências verdadeiramente notáveis. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário