segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Love & Friendship

Nome do Filme : “Love & Friendship”
Titulo Inglês : “Love And Friendship”
Titulo Português : “Amor & Amizade”
Ano : 2016
Duração : 93 minutos
Género : Drama/Romance
Realização : Whit Stillman
Elenco : Kate Beckinsale, Morfydd Clark, Chloe Sevigny, Stephen Fry, Tom Bennett, Jenn Murray, Lochlann O'Mearain, Sophie Radermacher, Xavier Samuel, Emma Greenwell, James Fleet, Justin Edwards, Kelly Campbell, Jemma Redgrave, Sylvie Benoiton, Daniel Magee.

História : Nos anos 1790, uma interesseira e egoísta viúva procura um marido para si e para a sua bonita filha.

Comentário : Gosto de filmes de época e tinha obrigatoriamente de ver este pequeno filme com a linda Kate Beckinsale como protagonista. É importante dizer que não é a primeira vez que o realizador junta Kate Beckinsale e Chloe Sevigny num mesmo filme, já aconteceu antes. Este tipo de fitas acabam sempre por nos deslumbrar, não somente devido aos excelentes guarda-roupa, mas também devido às suas bandas sonoras e cenários. Neste filme, esses três factores estão impecáveis. O argumento é bom, embora eu tenha que confessar que dispensava o humor existente em algumas cenas. Gostei da história, segue cuidadosamente uma mulher, a sua filha e a sua melhor amiga, as três com interesses bem diferentes, mas que acabam por se fundir devido às carências da época. Naquela época, era muito importante para uma mulher arranjar depressa um marido que lhe desse filhos saudáveis, caso contrário, a mulher ficava muito mal vista.

Falando das interpretações, claramente que o destaque vai todo para a doce e linda Kate Beckinsale, que carrega boa parte da fita às costas com uma poderosa prestação e com uma imponente figura naqueles maravilhosos trajes e vestidos do século dezoito. Chloe Sevigny e Morfydd Clark também tiveram interpretações bastante aceitáveis, gostei imenso de as ver e as suas personagens cativaram-me. Além disso, a química entre as duas jovens e Kate Beckinsale funcionou muito bem e isso notou-se. Também gostei de ter revisto o veterano Stephen Fry, que grande ator. Não gostei de terem dado pouco destaque às duas crianças que surgem no filme, afinal elas faziam também parte da família. Também não gostei da forma como o realizador apresentava as personagens principais, com os seus nomes na imagem em pleno filme. A maioria dos personagens conseguiram simular os maneirismos próprios das pessoas daquela época e isso é de salientar. Adorei a personalidade manipuladora da Susan Vernon de Kate Beckinsale, possivelmente a melhor personagem da fita. Ela tinha uma lábia e arranjava sempre uma maneira ardilosa das pessoas que estavam à sua volta fazerem o que ela pretendia. Veja-se por exemplo, a conversa que ela tem com o seu pretendente, que tinha como finalidade cancelar o compromisso com ele, para se entregar a outro. Actriz e personagem funcionaram e combinaram na perfeição e é isso o melhor deste filme. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário