segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Julieta

Nome do Filme : “Julieta”
Titulo Inglês : “Julieta”
Titulo Português : “Julieta”
Ano : 2016
Duração : 100 minutos
Género : Drama/Romance
Realização : Pedro Almodóvar
Elenco : Emma Suarez, Adriana Ugarte, Blanca Parés, Rossy Palma, Michelle Jenner, Daniel Grao, Inma Cuesta, Dario Grandinetti, Nathalie Poza, Pilar Castro, Priscilla Delgado, Susi Sanchez, Mariam Bachir, Bimba Bose, Sara Jimenez, Joaquin Notario, Esther Garcia, Jimena Solano, Elena Benarroch, Maria Mera, Lola Garcia.

História : A história de vida de Julieta é contada, desde os seus 25 anos até à actualidade, tendo como focos principais a sua relação com o marido e com a sua única filha.

Comentário : Antes de mais tenho que dizer que gosto de muitos dos filmes da carreira de Pedro Almodóvar enquanto realizador, embora hajam uns quantos que eu não simpatizei tanto. Mas com este “Julieta”, o cineasta regressa à sua zona de conforto que é contar histórias sobre mulheres, e isso ele sabe fazer na perfeição. Diria mesmo que Pedro Almodóvar é dos poucos cineastas que conhece e compreende o ser feminino, que entende a mulher enquanto ser humano. E limita-se a contar histórias sobre esses maravilhosos seres. Neste seu novo filme e sem nos facultar muitos dados sobre as duas, ele mostra-nos a delicada, complicada e complexa relação de uma mãe com a sua filha. Aqui, quase tudo é devidamente explicado e pouca coisa fica por dizer, apesar do final não mostrar aquilo que estávamos à espera de ver. O filme tem cenas de sexo, outra das marcas de referência do cineasta, embora aqui surjam muito menos e apenas sirvam para contar a história.

Gostei do facto dele ter colocado desta vez a componente sexual um pouquinho de parte, se concentrando mais no lado humano das personagens. E olhem que esta é uma história com uma grande carga dramática, vista em algumas das melhores obras do realizador. E Almodóvar fez bem em ter apostado mais nessa componente. Pessoalmente, gostei bastante deste filme e outro factor positivo foram as prestações de Emma Suarez e de Adriana Ugarte, a primeira fez a versão mais adulta da personagem, enquanto que a segunda desempenhou igualmente bem a versão jovem da mesma, ambas estiveram perfeitas e são o melhor do filme. O argumento foi muito bem escrito e isso notou-se na articulação das cenas, foi tudo muito bem montado. É um daqueles filmes que nos mostra a vida como ela é, difícil e cheia de desgostos e dramas. O filme é bastante fácil de se perceber, difícil é compreender a dor e o sofrimento que uma mulher como Julieta enquanto mãe sente, quando uma situação destas acontece. Um dos filmes mais sérios e humanos de Pedro Almodóvar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário