segunda-feira, 15 de agosto de 2016

The Man Who Knew Infinity

Nome do Filme : “The Man Who Knew Infinity”
Titulo Inglês : “The Man Who Knew Infinity”
Titulo Português : “O Homem Que Viu o Infinito”
Ano : 2015
Duração : 109 minutos
Género : Biográfico/Drama
Realização : Matthew Brown
Elenco : Jeremy Irons, Dev Patel, Devika Bhise, Toby Jones, Stephen Fry, Jeremy Northam, Malcolm Sinclair, Raghuvir Joshi, Dhritiman Chatterjee, Padraic Delaney, San Shella, Richard Cunningham.

História : A história de Srinivasa Aiyangar Ramanujan, o prodígio da matemática que, apesar de ter nascido na Índia, foi distinguido e viu o seu trabalho ser reconhecido lá fora. Numa escola inglesa e em conjunto com o grande matemático G. H. Hardy, ele, apesar de todas as dificuldades de adaptação e de algum cepticismo do corpo docente, tornou-se professor em Cambridge e foi agraciado com o ingresso na Royal Society de Ciências. Entre os dois, viria a nascer uma grande amizade, que usaram para desenvolver grandes descobertas e projectos, que influenciaram vários matemáticos ao longo da história.

Comentário : Na semana em que este filme teve estreia nas nossas salas de cinema, eu confesso que pensei para mim mesmo que gostava de o ir ver. Não por gostar de matemática, mas porque é uma fita que fala de algo que existiu de verdade, trata-se de um filme biográfico baseado em factos verídicos sobre um jovem aspirante a matemático, um verdadeiro génio que teve o azar de falecer cedo demais. Uma outra razão pela qual o filme me despertou a atenção foi devido a ter no elenco principal, um dos meus atores preferidos, Jeremy Irons. Claro que gostei bastante deste filme, é uma obra que fala de lutarmos sempre para atingirmos os nossos objectivos, sem nunca desistir e perante todas as adversidades. Na escola, nunca fui bom aluno a matemática e nem a inglês, por isso, tudo aquilo que eles falavam e tratavam não significava muito para a minha pobre pessoa, mas gostei de ter ficado a saber umas coisinhas. Mais uma vez, Jeremy Irons possui uma excelente interpretação, ele é um autêntico senhor na arte da representação e a sua química com o jovem indiano Dev Patel funcionou na perfeição. O elenco de secundários também está de parabéns, com destaque para a linda Devika Bhise, uma bonita indiana que se saiu muito bem no desempenho da sua personagem. Toby Jones e Stephen Fry; como eu gosto também muito destes dois grandes atores; tiveram também boas prestações. Um bom filme para fugirmos à avalanche de cinema comercial que enche as nossas salas de cinema, somente para quem pretende pensar e aprender alguma coisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário