terça-feira, 9 de agosto de 2016

Star Trek Beyond

Nome do Filme : “Star Trek Beyond”
Titulo Inglês : “Star Trek Beyond”
Titulo Português : “Star Trek : Além do Universo”
Ano : 2016
Duração : 120 minutos
Género : Ficção-Científica/Aventura/Ação
Realização : Justin Lin
Elenco : Chris Pine, Zachary Quinto, Zoe Saldana, Karl Urban, Anton Yelchin, John Cho, Simon Pegg, Sofia Boutella, Idris Elba.

História : A tripulação da USS Enterprise está numa nova missão de explorar o espaço, quando encontram um inimigo cruel que os coloca em causa a eles e à Federação.

Comentário : Trata-se do terceiro filme da nova saga “Star Trek”. Já havia gostado do primeiro e do segundo, claro que tinha que ver este terceiro. Na minha opinião, este terceiro filme está bom, mas não está ao nível dos dois primeiros, que foram muito bons. Tal como aconteceu nos dois primeiros filmes, aqui temos mais referências à equipa da saga antiga, nomeadamente ao velho Spock, interpretado por Leonard Nimoy. O elenco principal deste terceiro filme é praticamente o mesmo dos dois primeiros filmes e aqui, Zachary Quinto (Spock) e Zoe Saldana (Uhura) voltaram a se destacar, tendo as melhores prestações desta nova fita. Chris Pine (Kirk) está igual a si mesmo. Os outros estiveram igualmente bem. Das novas aquisições, o grande destaque vai claramente para a jovem Sofia Boutella (Jaylah), aqui no papel de uma personagem que ajudará os nossos heróis, tem também um visual muito particular. Nota negativa para o vilão principal, muito fraco. As imagens da destruição da nave causam o devido impacto e algumas cenas de ação estão muito bem conseguidas. A fotografia já não está tão arrebatadora como no primeiro filme. E depois temos os já habituais erros e exageros. Para mim, foram duas horas bem passadas. Confesso que gostei mais deste filme do que de “Suicide Squad”. Umas últimas palavras para o ator Anton Yelchin que faleceu no passado mês de Junho, espero que descanse em paz. Apesar de ser um substituto de J. J. Abrams na realização, Justin Lin fez um bom trabalho, mas eu continuo a preferir o filme de 2009. O final é o esperado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário