segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Lights Out

Nome do Filme : “Lights Out”
Titulo Inglês : “Lights Out”
Titulo Português : “Terror Na Escuridão”
Ano : 2016
Duração : 80 minutos
Género : Terror
Realização : David F. Sandberg
Produção : James Wan
Elenco : Teresa Palmer, Maria Bello, Gabriel Bateman, Billy Burke, Alexander DiPersia, Alicia Vela Bailey, Andi Osho, Lotta Losten, Amiah Miller, Ava Cantrell, Emily Alyn Lind, Ariel Dupin, Elizabeth Pan, Rolando Boyce, Maria Russell.

História : Uma pequena família vive atormentada por uma estranha criatura fantasma que lhes aparece quando quer, mas somente onde está escuro.

Comentário : Este pequeno filme de terror é baseado numa curta que o realizador filmou e que se tornou viral. Confesso que não vi essa curta, mas confesso que achei esta longa metragem bastante aceitável para um género que anda pelas ruas da amargura e vem com um travo aqueles filmes que se faziam antigamente, com meios artesanais e pouco sofisticados. Vinda do cinema independente, a bonita Teresa Palmer tem a melhor prestação do filme, deu-nos uma personagem bastante credível. Maria Bello também vai muito bem neste filme, confesso que é sempre um prazer vê-la trabalhar e acredito que tenha dado muito dela nesta fita. Do lado masculino, temos o pequeno Gabriel Bateman que nos ofereceu uma prestação bastante convincente. 

Colocando de parte a inverossimilhança de alguns acontecimentos e alguns (poucos) erros da narrativa e estamos perante um filme bom, muito raro nos dias que correm. O filme consegue a proeza de nos causar alguns sustos, falo por mim, claramente. Não senti grande medo, penso que hoje em dia, é difícil um filme de terror ser bom ao ponto de nos fazer sentir muito medo, a coisa funciona geralmente melhor para o lado do susto. A aparição denominada “Diana” é assustadora, li algures que a maioria das cenas em que ela surge, não são CGI, é mesmo uma atriz que a “desempenha”. Em conjunto com o filme “The Conjuring 2”, estes são os dois melhores filmes de terror que nos apareceram até agora (neste ano). Espero que venham mais. Um último reparo, o som é outro grande foco do filme, notou-se que houve um grande cuidado nessa vertente na montagem final da fita, a realização e a produção estão de parabéns. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário