domingo, 28 de agosto de 2016

Kandahar

Nome do Filme : “Kandahar”
Titulo Inglês : “Kandahar”
Titulo Português : “Kandahar”
Ano : 2001
Duração : 85 minutos
Género : Biográfico/Drama
Realização : Mohsen Makhmalbaf
Elenco : Ike Ogut, Nelofer Pazira, Hassan Tantai, Sadou Teymouri, Hoyatala Hakimi, Noam Morgensztern, Zahra Shafahi, Safdar Shodjai, Mollazaher Teymouri.

História : Nafas é uma jovem jornalista afegã que se refugiou no Canadá. Recebe uma carta desesperada da sua irmã mais nova, que ficou no Afeganistão e decidiu suicidar-se antes do iminente eclipse solar que se aproxima. Nafas saiu do seu país durante a guerra civil. Decide voltar e ajudar a sua irmã, tentando atravessar a fronteira Irão-Afeganistão, numa longa e perigosa jornada.

Comentário : Continuamos no cinema do mundo e com mais um filme do Irão. É mais um filme denuncia, neste caso sobre muitas coisas. O realizador mostra-nos a difícil condição de ser-se mulher nestes países, são sempre obrigadas a andar de burka, sendo a vida das crianças também muito complicada, veja-se o caso do garoto guia da protagonista. Temos também um olhar sobre a enorme dificuldade que as pessoas amputadas devido a minas têm em arranjar próteses, mesmo com a Cruz Vermelha a ajudá-las. Temos a questão da sempre constante pobreza e fome, sempre aliadas da maioria destas pessoas, que geram doenças. Já para não falar da guerra, sempre presente nos seus quotidianos e que aparece nas suas mais variadas formas. É um filme biográfico, porque a protagonista existiu de verdade, o argumento é baseado numa história verídica e a única coisa que se lamenta neste filme é não sabermos o que aconteceu depois. Tal como os outros comentados anteriormente, é uma fita onde prima o realismo, é tudo demasiado verdadeiro e genuíno. Podemos acompanhar a complicada jornada da protagonista, que vai conhecendo imensa gente ao longo desse percurso. A sequência que mais me impressionou foi ver os coxos a correr em muletas para tentar apanhar as pernas postiças que chegavam via aérea, brutal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário