segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Born To Be Blue

Nome do Filme : “Born To Be Blue”
Titulo Inglês : “Born To Be Blue”
Ano : 2015
Duração : 97 minutos
Género : Biográfico/Drama
Realização : Robert Budreau
Elenco : Ethan Hawke, Carmen Ejogo, Callum Keith Rennie, Tony Nappo, Stephen McHattie, Janet Laine Green, Dan Lett, Kevin Hanchard, Kedar Brown, Katie Boland.

História : A vida complicada do famoso trompetista e cantor de jazz Chet Baker, sempre envolvido em sexo, drogas e violência nos finais na década de 1960. Um dia, ele conhece uma mulher que lhe dá um novo alento à sua vida.

Comentário : Confesso que já andava à bastante tempo para ver este filme biográfico com Ethan Hawke, que desempenha um cantor de jazz e um famoso trompetista. Finalmente, consegui ver o filme e, apesar de não ser nada de especial, tenho que afirmar que gostei do que vi. É um filme detentor de uma componente musical muito forte, uma boa fotografia e um argumento volátil que mistura o tempo do presente com flashbacks a preto e branco do passado do protagonista. Ethan Hawke tem neste filme mais uma brilhante interpretação da sua carreira. Como atrás de um grande homem está sempre uma grande mulher, a acompanhá-lo temos uma excelente Carmen Ejogo, que nos facultou uma personagem bastante convincente. A química entre os dois funcionou na perfeição. Achei a cena da banheira bastante aflitiva, por outro lado, adorei aquela sequência na apresentação em que ele canta uma música para ela em género de dedicatória e toca-lhe um pouquinho de trompete, obtendo assim um enorme aplauso pela maioria da plateia, pelo seu excelente trabalho. Claro que a complicada questão das drogas viria a ser a grande responsável pela separação do casal. Gostei deste filme, embora ache que podiam ter focado mais o lado pessoal e emocional de Chet Baker, bem como o convívio dele com outros músicos daquela época.

Nenhum comentário:

Postar um comentário