sexta-feira, 22 de julho de 2016

Evolution

Nome do Filme : “Evolution”
Titulo Inglês : “Evolution”
Titulo Português : “Evolução”
Ano : 2015
Duração : 80 minutos
Género : Drama/Mystery
Realização : Lucile Hadzihalilovic
Elenco : Max Brebant, Roxane Duran, Julie Marie Parmentier, Mathieu Goldfeld, Nissim Renard, Pablo Noe Etienne, Nathalie Legosles, Chantal Aimee, Silvia Ferre, Laura Ballesteros, Eric Batlle, Anna Broock, Annie Enganalim.

História : Nicolas, de 10 anos, vive numa ilha isolada com a mãe, numa aldeia em que só existem mulheres e rapazinhos. Todos os rapazes fazem estranhos tratamentos médicos num hospital à beira mar. Só Nicolas se pergunta o que está a acontecer. Ele sente que a mãe lhe mente e está decidido a saber o que ela faz na praia todas as noites, com as outras mulheres. As suas descobertas marcam o início de um pesadelo para o qual ele é irremediavelmente atraído. Mas Stella, uma das jovens enfermeiras do hospital, revela-se uma aliada inesperada.

Comentário : Mais um filme bastante estranho que vi, este ainda mais estranho do que “Take Me To The River”. Imaginem rapazinhos de 10 anos a gerarem bebés dentro deles, pois é, não queria revelar assim o que se passa, mas é praticamente impossível comentar este estranho filme sem usar spoilers. A realizadora tem um gosto particular por mundos à parte, num filme anterior seu (Inocência), apresentou-nos a um mundo de meninas que viviam numa floresta governada por mulheres, num mundo muito próprio. Agora, troca apenas as meninas pelos meninos e adiciona um pouco de terror. No papel de menino protagonista, Max Brebant vai muito bem, mas os méritos no que à representação dizem respeito vão todos para a atriz Roxane Duran, a enfermeira amiga de Nicolas. O filme é muito escuro, quase toda a fita decorre em ambientes escuros e com pouca luz, a fotografia é amadora. Mas, no geral, a realizadora fez um bom trabalho. O filme peca no aspecto de nos facultar poucas explicações e poucas respostas, eu gostava de ter ficado a saber o que raio se passava naquela ilha. É tudo muito misterioso e silencioso. Gostei do final do filme. Trata-se apenas de um filme razoável, mas carente de explicações e respostas. Gostei, mas esperava ter ficado elucidado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário