sábado, 11 de junho de 2016

Mountains May Depart

Nome do Filme : “Shan He Gu Ren”
Titulo Inglês : “Mountains May Depart”
Titulo Português : “Se As Montanhas Se Afastam”
Ano : 2015
Duração : 130 minutos
Género : Drama
Realização : Zhangke Jia
Elenco : Tao Zhao, Yi Zhang, Jing Dong Liang, Zijian Dong, Sylvia Chang, Zishan Rong.

História : Na China de 1999, Tao, uma jovem rapariga de Fenyang é cortejada por dois amigos de infância, Zhang e Liang. Zhang, proprietário de uma estação de serviço, tem reservado para si um futuro prometedor, ao passo que Liang trabalha numa mina de carvão. Com o coração dividido entre estes dois homens, Tao vai fazer uma escolha que irá marcar o resto da sua vida e da do seu futuro filho, Dollar.

Comentário : Trata-se de um profundo drama humano e intenso que eu adorei. É um filme chinês e confesso gostar bastante do tipo de cinema feito no Oriente. É impressionante vermos até que ponto chegam as vidas das pessoas, bem como as voltas que elas dão. O filme começa e termina quase da mesma maneira e ao som de uma belíssima canção dos anos 90. É no meio da fita que se centram todas as emoções. O argumento é um dos pontos mais altos do filme e a história segue-se bastante bem. A nível das interpretações, não existe nada a apontar. Claro que gostei imenso da prestação da bonita Tao Zhao e da sua personagem sofrida. O filme é um pouco longo, mas eu mal dei pelo tempo passar, tal não era a forma como estava penetrado naquilo que estava a acontecer. O filme aborda igualmente a questão do poder do dinheiro, note-se que principalmente por causa disso, o menino ficou à guarda do pai. Mas estou seguro que a mãe também devia ter os seus motivos para não ter o filho com ela. Seguramente, um dos melhores filmes que o ano passado me trouxe, potente, deprimente e lindo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário