domingo, 12 de junho de 2016

Journey To The Shore

Nome do Filme : “Kishibe No Tabi”
Titulo Inglês : “Journey To The Shore”
Titulo Português : “Rumo À Outra Margem”
Ano : 2015
Duração : 129 minutos
Género : Drama/Romance
Realização : Kiyoshi Kurosawa
Elenco : Eri Fukatsu, Tadanobu Asano, Masao Komatsu, Mika Muraoka, Tetsuya Chiba, Kaoru Okunuki, Masaaki Akahori, Miho Fukaya, Yumiko Ise, Yo Takahashi, Daiki Fujino.

História : Há já três longos anos que Yusuke, o marido de Mizuki, desapareceu inexplicavelmente. Agora, sem que ela esperasse, ele voltou. Durante todo esse tempo, ela esforçou-se por continuar a sua vida, sofrendo em silêncio e tentando encontrar razões que justificassem o seu afastamento. Ele explica-lhe então que a sua ausência se deveu a um trágico acidente onde morreu afogado. É o fantasma de Yusuke que está perante ela. Ele quer levá-la numa longa viagem por vários locais, para que Mizuki conheça todos os que com ele se cruzaram. Durante essa viagem, ambos se vão sentir redefinir, tanto como seres humanos, como enquanto casal.

Comentário : Se há pouco tempo vi um filme chinês que gostei (Mountains May Depart), hoje vi um japonês que gostei também. Embora tivesse gostado mais do primeiro. Não se trata de um filme fácil, confesso que é preciso ter muita paciência para assistirmos a este filme, eu mesmo, quase adormeci. Mas tenho que dizer que gostei de, aos poucos, ir descobrindo mais sobre a vida e o passado da protagonista. O filme possui uma componente de fantasia, embora de forma muito subtil. Gostei das prestações do casal protagonista, ambos dedicaram-se totalmente aos seus papéis. Podemos igualmente contar com belíssimos locais e bonitas paisagens. A melhor sequência do filme é aquela parte em que a menina toca no piano, até me causou arrepios. Penso que a fita mergulha também na infância da nossa protagonista. O filme estreou pela Medeia no nosso país, embora tenha estado pouco tempo em exibição, o que é profundamente lamentável, que não haja público para este tipo de cinema. Ainda assim, gostei de ter sido embalado por este simpático filme, mas continuo a dizer que esperava mais dele. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário