sábado, 11 de junho de 2016

Enklava

Nome do Filme : “Enklava”
Titulo Inglês : “Enclave”
Ano : 2015
Duração : 90 minutos
Género : Drama
Realização : Goran Radovanovic
Elenco : Filip Subaric, Miodrag Krivokapic, Denis Muric, Qun Lajçi, Nebojsa Glogovac, Meto Jovanovski, Danilo Mihajlovic, Anica Dobra, Ana Rusmir.

História : No meio dos conflitos entre sérvios e albaneses, Nenad é um menino de 10 anos que mora em Kosovo com o pai e o avô doente. Rodeados por albaneses, os três e um padre são os únicos sérvios do local. Levado de carro blindado para a escola, Nenad é o único aluno do local e sente a falta de brincar com outros rapazes. De vez em quando, ele vê pela janela dois garotos albaneses da sua idade e um menino mais velho que trabalha como pastor e odeia os sérvios, pois eles mataram o seu pai na guerra.

Comentário : Trata-se de um filme pertencente ao chamado cinema do mundo, neste caso, é um filme da Sérvia. O nosso protagonista é o pequeno ator Filip Subaric, confesso ter ficado surpreendido com a sua prestação, o miúdo possui um enorme talento para a representação. Claramente que não concordo com certas práticas dos personagens, mas cada país tem as suas regras. Achei engraçado o miúdo ir para a escola transportado num carro blindado. Em relação à brincadeira perto do sino, eu já desconfiava que ia dar mau resultado. O argumento é consistente, eu gostei de ter acompanhado esta história.

O filme tem alguns planos que facilmente eu retirava, por exemplo, não entendo porque motivo o realizador insiste em nos facultar imagens das vacas. Não entendi o porquê do ataque ao autocarro. Não gostei do personagem do pai do miúdo protagonista. Curiosamente, achei como outro aspecto negativo o facto do realizador não ter se focado mais no conflito entre os sérvios e os albaneses, podendo assim nos dar informações sobre esse assunto. O filme segue-se bem durante a quase hora e meia de duração, o ritmo não é lento, achei que a fita teve um bom desenrolar dos acontecimentos. Segue-se tudo muito bem, eu mesmo, estava sempre na expectativa daquilo que iria suceder a seguir. Nunca pensei que o miúdo pastor tivesse aquela atitude para com Nenad, foi um factor positivo e surpreendente. Este filme é do melhor daquilo que o cinema do mundo nos tem para oferecer. Gostei bastante. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário