domingo, 8 de maio de 2016

Embrace Of The Serpent

Nome do Filme : “El Abrazo De La Serpiente”
Titulo Inglês : “Embrace Of The Serpent”
Titulo Português : “O Abraço da Serpente”
Ano : 2015
Duração : 124 minutos
Género : Aventura/Drama/Histórico
Realização : Ciro Guerra
Produção : Cristina Gallego
Elenco : Jan Bijvoet, Antonio Bolivar, Nilbio Torres, Brionne Davis, Yauenku Migue, Nicolas Cancino, Luigi Sciamanna.

História : Theo é um explorador alemão que, em 1909, procura a ajuda do xamã Karamakate, o último sobrevivente conhecido da tribo dos Cohiuanos, para servir de guia no percurso do rio Amazonas. Gravemente doente, Theo busca uma planta sagrada com poderes curativos. Quatro décadas mais tarde, o americano Evan lê os diários de Theo e resolve percorrer o mesmo trilho, de forma a descobrir e estudar a planta medicinal. Durante todos esses anos, muita coisa mudou na paisagem amazónica e mais ainda no coração do velho índio.

Comentário : É praticamente impossível não ficarmos mais ricos culturalmente, depois de vermos este excelente filme. Embora se perca um pouco naquela parte do louco que gere uma comunidade de lunáticos, estamos perante um filme muito real e muito credível, ou não fosse ele baseado em factos reais, os diários verdadeiros do sábio Theo foram mesmo encontrados e publicados. Trata-se de um filme histórico e detentor de uma componente visual (paisagens, locais) muito forte. Aliás, diria mesmo que o seu lado visual é o pilar mais forte da base que segura o filme. O outro é a poderosa fotografia a preto e branco. Jan Bijvoet (Borgman) entregou-se totalmente ao seu papel, gostei imenso da sua interpretação. Gostei igualmente dos desempenhos dos dois atores que fizeram a versão jovem e a versão mais velha do índio Karamakate. A realização é muito boa, diria mesmo que Ciro Guerra, ajudado pela produtora Cristina Gallego, fizeram um brilhante trabalho que foi reconhecido, visto que este filme foi nomeado para o óscar de melhor filme estrangeiro, perdendo para “O Filho de Saul”. O filme esteve já em exibição no nosso país nas salas Medeia no Cinema Monumental no mês passado. Grande filme. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário