sábado, 18 de outubro de 2014

Horns

Nome do Filme : “Horns”
Titulo Português : "Cornos"
Ano : 2014
Duração : 120 minutos
Género : Romance/Drama/Terror
Realização : Alexandre Aja
Produção : Alexandre Aja
Elenco : Daniel Radcliffe (Ig Perrish), Juno Temple (Merrin Williams), Heather Graham (Veronica), Kelli Garner (Glenna Shepherd), David Morse (Dale Williams), Joe Anderson (Terry Perrish), James Remar (Derrick Perrish), Max Minghella (Lee Tourneau), Kathleen Quinlan (Lydia Perrish), Kendra Anderson (Delilah), Jay Brazeau (Mould), Michael Adamthwaite (Eric Hannity), Alex Zahara (Renald), Mitchell Kummen (young Ig), Sabrina Carpenter (young Merrin), Laine MacNeil (young Glenna).

História : Depois da misteriosa e violenta morte da sua namorada, um jovem repara que lhe estão a nascer dois chifres na sua cabeça. Para complicar ainda mais a situação, quase toda a cidade o detesta, não só pelos chifres, mas também porque julgam que foi ele quem matou a miúda.

Comentário : E pronto, dentro de quase duas semanas teremos mais um Halloween e este filme foi o que eu escolhi para comemorar o acontecimento, a noite das bruxas. Daniel Radcliffe é um bom ator e, neste filme, está excelente, que poderosa interpretação. A seu lado, está uma também excelente prestação por parte da também boa atriz Juno Temple. Depois temos imensas caras conhecidas em papéis secundários. A sério, gostei mesmo deste filme. Tenho que destacar as cenas com as cobras, aquelas partes em que as cobras deambulavam por Ig e até o acompanhavam no seu corpo, são cenas brutais. O filme até chega a ser um pouco estranho, devido a algumas cenas. Deste grupo de cenas, escapa aquela da menina pequena que gritava no hospital devido ao que viu a mãe fazer em casa, esta sim, uma excelente parte.

Merrin Williams é uma das personagens mais fôfas e queridas que eu já encontrei num filme, mas essa lista é grande. O realizador Alexandre Aja é uma espécie de mestre a produzir filmes de terror, penso que este seja o seu filme mais pessoal. A história do filme é boa, os poucos efeitos especiais que vão surgindo ao longo da fita são igualmente muito bons, a fotografia também merece destaque positivo e a banda sonora tem um dos maiores focos da pelicula inteira. Há, é verdade, os chifres de Ig parecem mesmo verdadeiros. A narrativa do filme varia entre o presente e o passado do casal protagonista. Daniel Radcliffe e Emma Watson já provaram à imenso tempo que são bons atores, os oito filmes da saga “Harry Potter” e todos os filmes que os dois fizeram em separado depois da saga são a prova disso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário