segunda-feira, 21 de julho de 2014

Monsters

Nome do Filme : “Monsters”
Titulo Português : “Monsters – Zona Interdita”
Ano : 2010
Duração : 92 minutos
Género : Ficção-Cientifica/Drama/Romance
Realização : Gareth Edwards
Elenco : Scoot McNairy (Andrew Kaulder), Whitney Able (Samantha Wynden).

História : À alguns anos, a NASA enviou uma sonda para o espaço para tentar recolher amostras de possivel vida alienígena. Ao regressar à Terra, a sonda despenhou-se na América Central, e pouco tempo depois, novas formas de vida começaram a surgir no México, colocando este país numa zona de quarentena na tentativa de conter as criaturas. Um solitário fotógrafo é contratado por um milionário para levar a sua filha até à fronteira do México com os Estados Unidos, para que ela seja recolhida em segurança e regresse a casa do pai. Mas para isso, os dois terão que atravessar um país contaminado e cheio de criaturas monstruosas.

Comentário : “War Of The Worlds”, “The Mist”, “District 9”, “Cloverfield”, “Pacific Rim”, “Godzilla” (2014) ou “Super 8” são apenas alguns exemplos de excelentes filmes de monstros que o cinema comercial recente nos facultou. No entanto, não me lembro de um filme independente com características de cinema comercial feito com poucos recursos. Este “Monsters – Zona Interdita” é, por incrivel que possa parecer, um filme independente, uma fita de orçamento super reduzido, com um casal de atores não profissionais e com um elenco unicamente formado pelos habitantes das zonas onde foi filmado, a fotografia é muito amadora, o argumento não foi muito trabalhado mas resultou na perfeição e os poucos efeitos especiais que surgem nos 90 minutos de projeção foram todinhos criados no computador pessoal do realizador do filme, Gareth Edwards, sim, o mesmo que este ano experimentou o mundo dos blockbusters com o fenomenal “Godzilla”.

“Monsters – Zona Interdita” foi visto por mim em Maio de 2011 numa das 14 salas de cinema do El Corte Ingles em Lisboa e confesso que adorei o filme, até o coloquei na minha lista pessoal de filmes preferidos. O filme não agradou à maioria, não só devido às caracteristicas apresentadas anteriormente, como também devido ao facto de ser uma fita que não tem tiros em demasia, nem grandes explosões, nem barulho e porque os monstros do titulo aparecem apenas por breves segundos, em imagens de TV e apenas dão um ar da sua graça em apenas cinco minutos de fita, já perto do final. São nesses cinco minutos que se encontram as melhores cenas do filme inteiro. Na verdade, os monstros do titulo são os humanos que atormentam as criaturas, estas, por sua vez, apenas querem viver em paz e em harmonia com as pessoas e agem somente porque são atacadas e querem se defender. Os tais cinco minutos são a prova disso. O filme é lindo, sereno, calmo e segue a um ritmo bastante lento, deve ser o único filme de monstros que não causa tensão nenhuma, pelo contrário, fiquei relaxado durante todo o filme. Todos os realizadores que fazem blockbusters deviam colocar os olhos em Gareth Edwards ou em Christopher Nolan, estes senhores fazem cinema comercial com bastante qualidade. “Monsters – Zona Interdita” é, desta forma, outro excelente filme de 2010. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário