terça-feira, 22 de julho de 2014

Fish Tank

Nome do Filme : “Fish Tank”
Titulo Português : “Aquário”
Ano : 2009
Duração : 120 minutos
Género : Drama
Realização : Andrea Arnold
Elenco : Katie Jarvis (Mia), Michael Fassbender (Connor), Kierston Wareing (Joanne), Rebecca Griffiths (Tyler), Sydney Mary Nash (Keira), Sarah Bayes (Keeley), Joanna Horton (Kelly), Harry Treadaway (Billy).

História : Mia, uma instável adolescente, está sempre metida em sarilhos, foi expulsa da escola e é relegada pelas amigas. Num quente dia de verão, a sua mãe traz para casa um misterioso homem que irá mudar a vida delas.

Comentário : Responsável por bons filmes como “Red Road” e “Wuthering Heights”, a realizadora é igualmente autora deste “Fish Tank”, possivelmente o seu filme de mais sucesso. “Fish Tank” é um filme independente muito bem filmado, de camara ao ombro, que nos conta a dramática trajetória de uma adolescente de 15 anos muito problemática que vive no meio de uma familia igualmente problemática, composta por uma mãe que a odeia e por uma irmã mais nova que é também vitima desta familia disfuncional. Um dia, a irresponsável mãe aparece em casa com um estranho homem, homem este que aos poucos vai melhorando a vida das três para melhor. O problema é que esse estranho homem acaba por ser não só uma ajuda para a jovem Mia, como também acaba na cama da miúda (neste caso no sofá da miúda), falando à portuguesa, anda a comer a mãe e anda a comer a filha.

O elenco principal é quase todo feminino e em relação a eles, o único destaque vai para o excelente ator Michael Fassbender, desempenha neste filme um homem com uma vida dupla : por um lado, não só mantém uma relação sexual com uma mulher adulta, como também se envolve sexualmente com a filha de apenas 15 anos desta, a outra parte da sua vida é que ele possui algures uma mulher de quem tem uma filha pequena. Houve muitas coisas que eu não percebi neste filme, por exemplo, porque motivo os rapazes que têm a égua não soltam o cão e mandam o animal perseguir Mia; ou porque motivo a protagonista rapta a filha pequena de Connor para a matar ou ainda porque motivo a miúda faz xixi no chão da sala do pai da criança. São questões que ficam sem resposta, mas como estas existem outras. Pessoalmente, gostei bastante deste filme, foca na perfeição as complicadas relações entre os seres humanos. Gostei também do final do filme. Um último reparo, a interpretação da jovem Katie Jarvis é brutal. Lamentável foi o facto de o ter perdido quando ele esteve em exibição nos nossos cinemas, mas consegui vê-lo em DVD à uns anos e o revi hoje. Grande filme. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário