domingo, 22 de junho de 2014

The Fault In Our Stars

Nome do Filme : “The Fault In Our Stars”
Titulo Português : “A Culpa É Das Estrelas”
Ano : 2014
Duração : 124 minutos
Género : Drama/Romance
Realização : Josh Boone
Elenco : Shailene Woodley (Hazel Grace Lancaster), Laura Dern (Frannie), Ansel Elgort (Augustus), Willem Dafoe (Peter Van Houten), Nat Wolff (Isaac), Sam Trammell (Michael), Lotte Verbeek (Lidewij), Emily Peachey (Monica).

História : Hazel e Augustus são dois adolescentes com cancro que se conhecem e se apaixonam numa terapia de grupo. A partir desse dia, os dois tornam-se grandes amigos e namorados e passam a partilhar quase todas as vivências juntos. Apesar de terem uma visão do mundo bastante diferente, ambos vão tentar aproveitar ao máximo todo o tempo para estarem um com o outro.

Comentário : Mais uma grande estreia desta semana nos nossos cinemas, ainda que eu não partilhe do mesmo entusiasmo sobre este filme, vi-o e confesso que já vi filmes que abordam doenças terminais bem melhores que este (“My Sister's Keeper”, “Camino” ou “50/50”). A única interpretação que gostei neste filme foi a de Shailene Woodley, detestei as prestações de Ansel Elgort, Laura Dern e de Willem Dafoe. Confesso também que não li o livro, por isso não posso fazer quaisquer tipo de comparação. O filme tem algumas cenas que penso que podiam ter tirado, na minha opinião, não me importava de ter visto um filme mais lamechas, mas que tivesse uma carga dramática bem mais forte. A realização é cuidada e o argumento segue a um bom nivel, mas não posso compará-lo ao livro, confesso que não sou muito dado à literatura. Sei que este filme está a ser um enorme sucesso por onde tem passado, pessoalmente, gostei do filme, mas esperava algo mais triste, dramático e cruel. A temática assim o exigia. Actualmente, são raros os filmes que nos cansam psicológicamente, que nos colocam em baixo e este não é um deles. Apesar das cenas finais serem as melhores do filme inteiro, o balanço final mostra-nos que estamos perante um bom filme que aborda bem o que é a vida de uma pessoa com uma doença oncológica. Gostei, mas esperava muito mais.

Classificação do filme : 3.

Nenhum comentário:

Postar um comentário