quarta-feira, 14 de maio de 2014

L'Ennui

Nome do Filme : “L'Ennui”
Titulo Português : “O Tédio”
Ano : 1998
Duração : 119 minutos
Género : Drama/Romance/Erótico
Realização : Cedric Kahn
Elenco : Charles Berling (Martin), Sophie Guillemin (Cecilia), Arielle Dombasle (Sophie).

História : Um homem divorciado começa a sentir uma estranha atração por uma jovem que tem idade para ser sua filha.

Comentário : E porque estou numa onda de ver filmes eróticos, esta noite venho aqui comentar mais um. Mas confesso que desta vez acertei em cheio. Isto porque gostei bastante deste filme. Não tenho nada contra o cinema erótico, até nutro uma certa simpatia por este género cinematográfico, quanto mais não seja porque adoro as mulheres e as considero a melhor coisa do mundo. Cedric Kahn fez um excelente trabalho com este “L'Ennui”, lamento imenso não ter descoberto este filme à mais tempo. Realmente, já perdi imensa coisa. E ainda hei-de descobrir muito mais e melhor. Este e outros filmes, mas principalmente este filme, é a prova que algumas mulheres fazem dos homens tudo o que querem. Martin é um professor de filosofia que se divorciou à seis meses e que continua sentimentalmente dependente da esposa. Num dos seus muitos passeios de carro noturnos, vê a sua atenção ser despertada por um casal que atravessa a rua. Desde essa altura, decide saber tudo sobre esse mesmo casal. Dias depois, o parceiro masculino morre e Martin acaba na cama com a tal miúda.

O ator Charles Berling teve uma boa interpretação, mas o grande destaque vai para a linda e sensual Sophie Guillemin, que coisinha tão boa e tão linda, realmente o nosso criador é mesmo generoso com algumas raparigas. Além de ter tido uma excelente interpretação e de se ter entregado totalmente ao seu papel, Sophie Guillemin me conquistou por completo, que mulher. A sua Cecilia é uma personagem adorável e fica-se a gostar mais dela à medida que vai tomando algumas atitudes, é impossivel não desejarmos ter passado por tudo o que Martin passou com ela (sexo incluído), depois da atitude final dela face a ele. O filme transpira cinema por todos os lados, é cinema europeu no seu melhor. O realizador exagerou na maneira de ser do protagonista masculino, só mesmo tendo o plano que Cecilia tinha é que uma rapariga normal aguentava o que ela aguentou com Martin. Destaque também para as cenas de sexo, muito bem filmadas. Desde “Nymphomaniac” e “Intimacy” que um filme erótico não me enchia as medidas como este “L'Ennui – O Tédio”. Um último reparo, se o titulo do filme era alusivo à vida do protagonista masculino, então tenho que confessar que adorava ter a vida que ele tinha.

Classificação do filme : 5.

Nenhum comentário:

Postar um comentário